Total de visualizações de página

sábado, 12 de julho de 2014

Astrofísica: Astrônomos acompanham fabricação da “poeira de estrelas”

Ilustração mostra a poeira cósmica se formando logo após a explosão de uma supernova - ESO/M. Kornmesser
Ilustração mostra a poeira cósmica se formando logo após a explosão de uma supernova - ESO/M. Kornmesser

“Somos todos feitos de poeira de estrelas”. A poética frase, popularizada pelo falecido astrônomo americano Carl Sagan nos anos 1970, traduz a constatação de que a maior parte dos átomos que formam nossos corpos e a própria Terra foram forjados nas fornalhas nucleares de estrelas há muito extintas. Até agora, no entanto, os cientistas ainda não tinham conseguido descobrir como essa poeira pode se condensar, crescer e sobreviver no difícil ambiente de uma galáxia onde estrelas estão se formando a todo momento, alvo de estudo publicado na edição desta quarta-feira da revista “Nature”.
Para traçar o processo de fabricação da poeira de estrelas, astrônomos liderados por Christa Gall, da Universidade de Aarhus, na Dinamarca, acompanharam a evolução dos restos atirados ao espaço pela supernova designada SN2010jl. Há tempos os cientistas suspeitam que as supernovas, enormes explosões que marcam os momentos finais da vida de estrelas muito mais maciças que nosso Sol, são as principais fontes da poeira cósmica espalhada pelo Universo, mas nunca tinham visto como elas fazem isso.
Com base em uma série de dez observações da supernova com instrumentos instalados no telescópio VLT, do Observatório Europeu do Sul (ESO), no Chile, os pesquisadores puderam verificar que o processo tem duas fases, com a poeira já começando a se formar logo depois da explosão e continuando a ser fabricada anos depois do seu ofuscante brilho ter se extinguido. Além disso, as observações – nove feitas nos meses seguintes à explosão e a décima dois anos e meio depois – revelaram o quão grandes e de que material a poeira é feita, fatores que ajudam a evitar dispersão completa e permitem que se tornem as sementes para a formação de futuras estrelas e planetas.
- Ao combinar os dados das primeiras nove observações fomos capazes de pela primeira vez medir como a poeira em torno de uma supernova absorve as diferentes cores da luz, e com isso pudemos descobrir mais sobre ela do que foi possível anteriormente – explica Gall.
Segundo os astrônomos, grãos de poeira com mais de um milésimo de milímetro se formaram rapidamente no denso material espalhado pela explosão da supernova. Embora pequenos para os padrões humanos, estes grãos primordiais de poeira cósmica são considerados grandes pelos astrônomos, maiores do que eles esperavam, o que ajudaria a explicar como conseguem manter sua coesão neste difícil ambiente.
- A detecção destes grandes grãos logo depois da explosão de uma supernova significa que deve haver uma maneira rápida e eficiente deles serem criado – destaca Jens Hjorth, do Instituto Niels Bohr da Universidade de Copenhague e coautor do estudo, que, no entanto, admite: - Só não sabemos é exatamente como isso acontece.
Mas os astrônomos já têm um suspeito: o material das camadas externas da estrela lançados ao espaço enquanto ainda agonizava, antes da explosão. Assim, as ondas de choque produzidas pela supernova criaria uma concha de gás frio que seria exatamente o ambiente que permitiria a estes grãos se condensarem e crescerem. Já num segundo momento, meses e mesmo anos após a explosão, o processo seria acelerado pelo envolvimento do próprio material espalhado pela supernova. No caso da SN2010jl, se o ritmo de formação continuar com a tendência observada, em 25 anos ela terá produzido poeira equivalente a metade da massa do Sol.
- Antes, os astrônomos viram muita poeira em torno de restos de supernovas, mas só encontraram pequenas quantidades sendo formadas pelas explosões em si. Nossas observações explicam como esta aparente contradição por ser solucionada – conclui Gall.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores

Marcadores

astrologia (179) magia (81) signos (81) espiritualidade (60) Astrofísica (57) conceito (57) comportamento (55) espaço (54) (54) umbanda-astrologica (50) tarô (47) esoterismo (39) pesquisa (37) previsões (37) taro (35) mulher (34) conceitos (33) pesquisas (31) gostosa (30) umbanda astrológica (29) estudo (26) religião (26) astrofisica (25) horoscopo chinês (25) planetas (24) horoscopo (23) ciência (22) bem estar (20) climazzen (20) cabala (19) lua (19) terra (19) arcanos (18) astronomia (18) destino (17) energias (17) vibrações (16) arcanjo (15) cosmos (15) saúde (15) ifá (14) zodiaco (14) estrela (13) exu (13) mapa astral (13) planeta (13) umbanda-astrológica (13) Nasa (12) Quíron (12) beleza da mulher (12) poder (12) 2012 (11) ogum (11) sensual (11) Sol (10) atriz (10) biblia (10) ensaio (10) fotos (10) lilith (10) lingerie (10) prazer (10) Candomblé (9) Estrelas (9) Foto (9) dragão (9) estudos (9) numerologia (9) protetores (9) rituais (9) Marte (8) RELAÇÕES MÍSTICAS (8) ancestrais (8) apresentadora (8) axé (8) cientistas (8) escorpião (8) ex-BBB (8) galáxia (8) mistério (8) odús (8) posa (8) 2016 (7) Astrônomos (7) astros (7) beleza (7) busca (7) energia (7) magia sexual (7) plutão (7) política (7) regente do ano (7) São Paulo (6) ano do Dragão (6) arcano (6) carma (6) casas astrologicas (6) força (6) mago (6) metodos (6) orgasmo (6) praia (6) saude (6) sexualidade (6) vídeo (6) astrologia sexual (5) babalawo (5) biquíni (5) caboclos (5) calendário maia (5) criança (5) câncer (5) mediunidade (5) proteção (5) reencarnação (5) xangô (5) Capricórnio (4) Amor e sexo (3) anjo de hoje (3) anjos da guarda (2) ( 45 graus ) (1)