Total de visualizações de página

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Imhotep, o filho de Ptah e grande mago


Imhotep, o filho de Ptah, viveu durante o Antigo Império Egípcio, mais precisamente, entre os anos de 2686 - 2613 A.C. Desde muito cedo ele dedicou-se aos ideais da nação até tornar-se Primeiro-ministro e Sumo-Sacerdote do culto a Ptah. Este formidável conselheiro do faraó Djoser também era poeta, astrônomo, mágico, arquiteto e médico (atribui-se a ele os primeiros tratados médicos escritos). Imothep transformou-se numa divindade e foi considerado pelos egípcios do Novo Império como o deus dos Medicamentos. Seu templo pode ser considerado como o primeiro hospital da humanidade. Ele cunhou a declaração: "... comam, bebam e sejam alegres, pois amanhã todos nós morreremos".

Sua visão ampliada das dimensões e leis universais eternizaram a base do conhecimento humano e só tem sido confirmada pela ciência, principalmente pela física quântica. Foi o arquiteto da pirâmide de Saqqara e seu nome significa "o sábio que veio em paz". Sumo sacerdote da Escola de Mistérios Olho de Horus e que tem um lugar de destaque na história da humanidade. Ele foi o Primeiro Ministro, Vizir e Chanceler do Faraó Djoser que reinou na Terceira Dinastia. Nasceu em 31 de maio.

Imhotep foi também o primeiro filósofo da história da humanidade. Dedicou-se a analisar conceitos fundamentais como espaço, tempo, volume, a natureza das doenças, a existência de Deus e a imortalidade. Astrônomo e astrólogo, ele criou o primeiro registro sistemático da abóbada celeste deixando-nos os primeiros mapas das constelações. Demonstrou o seu conhecimento dos equinócios ao usar as mudanças de Era para determinar as etapas da revelação no desenvolvimento espiritual da civilização egípcia. No entanto, foram as suas qualidades como médico que o converteram em um semideus. Imhotep também é conhecido pelos nomes Esculápio (gregos) e Hermes Trismegistrus.

Imhotep diagnosticou e tratou mais de 200 doenças: 15 doenças do abdômen, 11 da bexiga, 10 do reto, 29 dos olhos e 18 da pele, cabelo, unhas e língua. Ele também tratou da tuberculose, cálculos biliares, apendicites, gota, artrites e fez algumas cirurgias. Também era de seu conhecimento a posição e a função dos órgãos vitais do corpo humano, bem como, da circulação sanguínea. Apesar de sua genialidade na área médica, ele ficou mais conhecido como idealizador da primeira pirâmide construída pelos egípcios: Saqqara.

O caduceo, que hoje é usado como símbolo da Sociedade Médica, era a sua vara de poder. Com ela, media a quantidade de energia vital que um ser humano processa no seu interior. Assim, conseguia saber qual dos centros energéticos ou chakras utilizar para captar e processar a energia vital e como identificar onde existia desequilíbrio celular eletromagnético. Ele curava elevando a frequência vibratória da aura ou campo eletromagnético da pessoa . Isto restabelecia o equilíbrio dos chakras permitindo que voltassem a fornecer a energia vital necessária aos órgãos afetados, a verdadeira causa de todas as doenças.

O caduceo possui duas serpentes entrelaçadas que se cruzam sobre os sete chakras, os centros nervosos sobre a coluna vertebral que captam e distribuem a energia. Simbolizam as duas polaridades da carga elétrica e movimentos opostos que correspondem ao Universo dual. Em seu centro há uma coluna formada por pares de partículas com cargas opostas que se neutralizam e equilibram, a única maneira de se chegar à "iluminação". Representa a kundalini, a força vital que sobe através da coluna vertebral. Quando este conhecimento desapareceu, a sua forma se conservou como o símbolo para a cura. Através de experiências que utilizam a sua forma como uma bobina elétrica, tem-se descoberto que ela possui características misteriosas. Quando se aplica uma corrente elétrica não se detecta nenhum campo de força embora os seus efeitos sejam comprovados, pois é gerada uma ressonância em todas as frequências e comprimentos de ondas. Pode ser usado como emissor e receptor de sinais radioelétricos.

Imothep afirmou que a terceira lei do Universo é que "tudo vibra, tudo se move, nada está inerte, tudo está em movimento". É a frequência de vibração das partículas constitutivas da energia que determina os diversos estados da realidade, a densidade da matéria, a mente e a altíssima vibração do espírito. Quanto maior a frequência de vibração, mais elevado o nível de consciência, de informação, respeito e mais avançado no caminho evolutivo. Tudo vibra, desde a mais baixa matéria até o espírito puro. Esta é a lei que determina a existência dos diversos tipos de energia dependendo de seu nível vibratório. Energia elétrica, química, magnética, gravitacional e a energia taquiônica (27 vezes mais veloz que a luz), como a produzida por Saqqara.

Imhotep misturava a magia com a medicina. Suas fórmulas e remédios estão cheios de rezas e encantamentos, pois ele acreditava que a medicina não curaria sem que recebesse poder através da energia da palavra. Seus textos e ensinamentos passaram secretamente de geração em geração durante milênios. São a base dos conhecimentos Gnóstico, Templário, Illuminati, Rosa Cruz e Maçom. Os gregos os chamavam de princípios herméticos. Entre os diversos textos deixados por Imothep, um deles (Caibalion - Obs.: Kybalion) fala dos sete princípios fundamentais do Universo. Neste texto afirma que o Universo existe na mente de Deus. Que cada homem é único com seus pensamentos e com capacidade de pensar individualmente e que a realidade é um grande sistema onde todas as coisas têm consciência e estão interligadas.

Um plebeu de nascimento, Imhotep inteligência e determinação lhe permitiu subir através das fileiras para se tornar um dos conselheiros mais confiáveis ​​Djoser, bem como o arquiteto da tumba do faraó, a Pirâmide.

Imhotep viveu influência sobre o bem após a sua morte. No Império Novo era venerado como o padroeiro dos escribas, personificando a sabedoria e educação. No "Papiro de Turim" a partir deste período, ele também é descrito como o filho de Ptah, deus principal de Mênfis, em reconhecimento do seu papel como um conselheiro sábio.

Durante a Época veneração seu alargada a deificação e ele se tornou um deus local em Memphis, onde foi glorificado por suas habilidades como médico e curandeiro. Ele disse ter extraído os remédios das plantas e das doenças tratadas, como a gota de apendicite e artrite. Em Memphis, ele foi servido por seu sacerdócio, e ele foi considerado um intermediário entre os homens e os deuses. Acreditava-se que ele poderia ajudar as pessoas a resolver as dificuldades em suas vidas diárias e curar problemas de saúde.

Quando os gregos conquistaram o Egito, reconheceram nele atributos do seu deus da medicina Asclépio, e continuou a construir templos para ele. Sua fama durou até a invasão dos árabes do norte da África no século VII dC.

Na sabedoria sacerdotal, na magia, na formulação de sábios provérbios, na medicina e na arquitetura; esta figura notável do reinado de Zoser deixou tão notável reputação que seu nome nunca foi esquecido. Ele era o espírito protetor dos escribas mais tarde, a quem regularmente derramou uma libação da água, jarro de seu equipamento antes de começar a escrever seu trabalho. As pessoas cantavam suas provérbios séculos mais tarde, e 2500 anos depois de sua morte, ele havia se tornado um deus da medicina na qual os gregos, que o chamam Imouthes, reconheceu o seu próprio Asclépio. Um templo foi erigido para ele perto do Serapeum em Mênfis, e nos dias de hoje, cada museu possui uma estátua de bronze ou dois do sábio apotheosized, o fabricante provérbio: Médico, e arquiteto de Zoser.

Imhotep existia como uma figura mitológica nas mentes dos estudiosos, até o final do século XIX, quando ele foi criado como uma personagem histórica real. Reverenciado como um deus, patrono dos escribas, um sábio, e do líder, Imhotep geralmente é considerado o verdadeiro primeiro arquiteto.

Apesar de Imhotep foi creditado com inúmeras realizações arquitetônicas, a única certeza é que ele construiu o complexo do Rei Neterikhet em Saqqara. Seu nome inscrito no lado norte da parede do recinto de Sekhemkhet da pirâmide inacabada sugerem que ele também foi responsável por esse projeto mais tarde.

Imhotep é considerado o mais antigo nome conhecido arquitecto.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores

Marcadores

astrologia (179) magia (81) signos (81) espiritualidade (60) conceito (57) Astrofísica (56) comportamento (55) espaço (53) (52) umbanda-astrologica (50) tarô (47) esoterismo (39) pesquisa (37) previsões (37) taro (35) mulher (34) conceitos (33) pesquisas (31) gostosa (30) umbanda astrológica (29) estudo (26) astrofisica (25) horoscopo chinês (25) religião (25) planetas (24) horoscopo (23) ciência (22) bem estar (20) climazzen (20) cabala (19) arcanos (18) astronomia (18) lua (18) destino (17) energias (17) terra (17) vibrações (16) arcanjo (15) cosmos (15) saúde (15) ifá (14) zodiaco (14) estrela (13) exu (13) mapa astral (13) planeta (13) umbanda-astrológica (13) Nasa (12) Quíron (12) beleza da mulher (12) 2012 (11) ogum (11) poder (11) sensual (11) atriz (10) biblia (10) ensaio (10) fotos (10) lilith (10) lingerie (10) prazer (10) Candomblé (9) Estrelas (9) Foto (9) Sol (9) dragão (9) estudos (9) numerologia (9) protetores (9) rituais (9) Marte (8) RELAÇÕES MÍSTICAS (8) ancestrais (8) apresentadora (8) axé (8) cientistas (8) escorpião (8) ex-BBB (8) galáxia (8) mistério (8) odús (8) posa (8) 2016 (7) Astrônomos (7) astros (7) beleza (7) busca (7) energia (7) magia sexual (7) plutão (7) política (7) regente do ano (7) São Paulo (6) ano do Dragão (6) arcano (6) carma (6) casas astrologicas (6) força (6) mago (6) metodos (6) orgasmo (6) praia (6) saude (6) sexualidade (6) vídeo (6) astrologia sexual (5) babalawo (5) biquíni (5) caboclos (5) calendário maia (5) criança (5) câncer (5) mediunidade (5) proteção (5) reencarnação (5) xangô (5) Capricórnio (4) Amor e sexo (3) anjo de hoje (3) anjos da guarda (2) ( 45 graus ) (1)