Total de visualizações de página

quinta-feira, 10 de março de 2011

As Armas de Satanás parte 3

A pergunta “quem é o Diabo?” tem uma resposta clara e direta para a autora Pagels: ele é o inimigo. Mas, de preferência, não um inimigo qualquer – é o inimigo intimo. A historia apócrifa da cisão no céu, quando Lúcifer se revolta contra Deus e assume a chefia da oposição ao Todo Poderoso, já trai esse significado – Lúcifer era um anjo de alta hierarquia, o mais belo deles, segundo algumas versões. Era um ser privilegiado, participante do circulo mais chegado a Deus, e a briga foi dentro de casa. Estava estabelecido o paradigma a ser aplicado em outras brigas, e outras satanizacões. Escreve Pagels: “Satanás não é o inimigo distante, mas o inimigo intimo – o colega em quem confiamos, o companheiro próximo, o irmão”. Através desse pensamento nos leva a lembrar da cena do beijo de Judas em Cristo no Monte das Oliveiras.
Ao satanizar os judeus, nos Evangelhos, os cristãos estão se endereçando a um inimigo que encontravam todos os dias nas praças, nas sinagogas. Os “pagãos” que mereciam o mesmo tratamento a seguir podiam até ser pessoas da mesma família – o irmão, o pai ou o primo que se recusavam a converter-se e deixar-se a levar ao batismo. E ao satanizar os heréticos, mas tarde, os representantes oficiais da Igreja também se estavam dirigindo a gente próxima – membros da mesma crença, às vezes até da mesma comunidade. E assim Satanás encaixou mais um de seus golpes mortais sobre a humanidade com uma de suas armas mais cruéis, a Discórdia.

Como tudo que existe no universo se adapta a época em que está Satanás por fazer parte do Sistema e ter participado a Criação do mundo, conhece muitas coisas sabe mais que ninguém se adaptar e usar de todos os artifícios necessários em busca da vitória tão desejada. Assim ele sabe que o homem dividido e em discórdia se torna, rancoroso, fraco e domina-se facilmente pelo ódio. Por isso ele lança seu veneno em tudo e em todas as direções. E como ele sempre esteve atento às mudanças e aos movimentos do Universo, conhece todas as Eras, sabe interpretar o movimento dos astros e conhece as profecias, pode perceber facilmente que a religião era um “prato feito” pra lançar seu veneno mortal.

O termo religião, em seu significado tem a função de ligar o homem a Divindade, o religare. Mas pode ligá-lo há outras divindades do Astral inferior. Mas como ele consegue isso no Cristianismo? Simplesmente lançando distorções, corrompendo lideres religiosos com dinheiro e poder, fazendo com que eles preguem o evangelho ao contrario e lance teorias mentirosas. Ademais incitou a deturpação da Bíblia e faz com que se preguem mentiras sobre as Verdades Cristicas.

Vemos claramente essas distorções nas missas negras, que são rezadas de traz pra frente no Sabát Negro que adoram o demônio usando símbolos sagrados invertidos, como a cruz de cabeça pra baixo ou o pentagrama invertido, por exemplo.

E assim vemos hoje os chamados Evangélicos, pregando a Bíblia da forma que querem sem perceberem que estão ajudando mesmo é ao Diabo lançar a discórdia no mundo. Pois estão sendo vitimas de outra arma cruel de Satanás, que é o Fanatismo. Esse mesmo fanatismo nós vemos constantemente mostrar a sua face no Oriente Médio.

O maior erro dos Protestantes é o mesmo que cometeu os inquisidores do passado, ou seja, falar e julgar o que não sabem nem compreendem. Sabemos que erros existem em todas as religiões e que Jesus veio justamente pra salvar os pecadores, não os Santos! Ele mesmo nos disse: “quem quer ser o primeiro esse será o ultimo”.

Sabemos que o espiritismo de Kardec precisa ser revisto, pois invocar ou evocar os mortos alem de imprudente é perigoso. Sabemos que a imortalidade da Alma é verídico e não ficamos dormindo como dizem os Testemunhas de Geová, mas certamente não podemos ficar invocando os mortos a todo instante. Vemos que Jesus conversou com Moises e Elias no Monte, mas alem de ele ter autoridade pra isso também sabia o que estava fazendo. Alem do mais, o espiritismo de Kardec, que, diga-se de passagem - nem médium era e se baseou em dicas de duas videntes que ele nem conhecia direito. Mas isso não da aos evangélicos o direito de criticar o que não sabe usando apenas a Bíblia, pois alem de adulterada ela tem influencias políticas e culturais, alem de não conter todas as verdades nem todo conhecimento necessário.

O Candomblé e a umbanda por sua vez são religiões belíssimas, mas que se embaraça nas mandingas e incorporações. Tenho por certo que os mortos têm que serem respeitados, não cultuados. Não tenho duvidas que se os todos rezassem pelos mortos a Terra seria hoje muito mais pacifica e perfeita, pois nossos ancestrais merecem respeito e é esse o principal papel das religiões afro-brasileiras, respeitarem os ancestrais. É um erro brutal satanizar o Candomblé e os Orixás, pois eles representam nossos ancestrais do Astral Superior.

Quem não respeita os Ancestrais não respeita Deus, pois ele é o nosso Ancestral mais antigo, pois é nosso Pai e Criador, como ele mesmo disse: “Eu sou o Deus dos Vivos e não dos mortos”. Com essa frase nós ficamos cheios de alegria esperançosos da salvação e do Reino dos Céus, e não do Inferno como a tudo pregam os evangélicos imprudentes e mal informados.

Certa vez quando Pedro perguntou onde estava o Diabo, então Jesus respondeu: “esta no coração do homem”. Assim baseado nisso podemos afirmar que os nossos sentimentos podem dar mais poder ao Diabo, por isso ele lança aos homens o sentimento de disputa, divisão, ódio e rancor. Pois os Evangelhos nos dizem que o maior mandamento é o Amor. - Por isso amai-vos uns aos outros como Jesus nos amou.
Pode ter certeza que a Bíblia não salva ninguém, mas o Amor sim! Sem amor nos igualaremos a Demônio e caímos facilmente em suas armadilhas. “Quem tem ouvidos ouça”.

Discorrendo sobre os heréticos e heresias, em Prescrição contra Heréticos Tertuliano (155-222), um dos primeiros autores cristãos deveriam todos pensar e falar as mesmas coisas. Os fieis não deveriam fazer perguntas, porque “elas os tornavam heréticos”. Que há para discutir, perguntava ele, se tudo já estava revelado? “Onde acabará essa busca?” A inspiração dos hereges, concluía Tertuliano, vem do Diabo, “a quem pertencem às manhas que distorcem a verdade”. Satanás seria o inventor das artes da guerra espiritual, incluindo a falsa exegese. Vê-se claramente, aqui, que quem discorda é identificado com o Diabo.

Pagels descreve um quadro em que os cristãos, invocando as velhas histórias de cisão no céu, constroem um cenário de guerra cósmica entre o bem e o mal, Deus e Satanás. Jesus insere-se nesse quadro. Posteriormente passam a fazer parte dele também os que não seguem o caminho recomendado, relegados por isso à categoria de soldados das forças do mal.

Quando o modismo das Seitas Protestantes começou a ganhar força os adeptos desse novo pensamento religioso foram vistos como traidores do Cristo. Assim muitos foram vitimas dos ataques da Igreja Católica, e hoje se esquecem disso querendo fazer o mesmo com os adeptos dos cultos afro-brasileiros. É muito interessante como o homem tem a mania de passar de perseguido a perseguidor e quando os papeis se invertem, ele passa de vitima inocente sofredora a carrasco cruel com uma língua ferina.

Vemos isso no Oriente Médio, onde os Judeus que foram perseguidos pelos nazistas, hoje perseguem os palestinos, e “o Deus que antes era o Javé só dos judeus pode ser também dos americanos, pois eles contribuem com Bilhares de Dólares com o Governo de Israel’. “Já Alá não pode ser um Deus aceitável, pois os palestinos são anarquistas desobedientes e terroristas”, comentam alguns fanáticos! Por essa razão não tenho certeza se aquela região é realmente Santa ou Maldita!? Só sei que há maioria dos livros da Bíblia foram escritas em épocas onde a política, o medo e as guerras estavam presentes e por isso sofreram influencia com certeza. A prova disso é que os judeus não aceitam a Bíblia, preferem a Torah e os mulçumanos o Alcorão. Isso tem haver com política com certeza.

As coisas não são tão simples, na verdade. Se a oposição fosse entre iguais, Deus contra Satanás, o cristianismo se igualaria aos heréticos maniqueístas, que separavam tudo rigidamente entre bem e mal. No cristianismo, Satanás se opõe a Deus, mas lhe é inferior. Faz seu jogo, mas está previamente condenado à derrota, e essas características devem ser também levadas em conta quando se pergunta quem é o Diabo.

Pagels conta que uma vez uma “grande e altíssima” figura apareceu a Santo Antonio, que lhe perguntou quem era. “Sou Satãs”, disse a figura. Antonio então respondeu: “Cristo veio e te tornou impotente. Ele jogou no chão e te despiu de teus poderes”. Ao ouvir o nome do Salvador, conta Antonio, a figura desapareceu, pois não lhe podia suportar o calor escaldante. Misteriosa é a figura de Satanás. Antonio passou a vida sofrendo suas duríssimas tentações, mas achava que ele devia ser respeitado. Se o Diabo reconhece que é impotente diante do nome do senhor, disse o santo, “temos de despreza-lo, e a seus demônios”. Essa opinião do santo é muito importante para todo mundo que usa a Bíblia para desafiar o Diabo. Ele deve ser respeitado, por isso nunca invocado ou atacado, pois nem todos podem afugentá-lo se ele aparecer.

Pessoas imprudentes se envolvem com satanismo e usam magia pra conseguirem o que querem, sem saber que a Serpente só espera à hora certa pra dar o bote e roubar suas almas. Mesmo com a Bíblia não mão no podemos nos sentir confiantes, pois Ele tentou o próprio Cristo martirizou os Apóstolos, sacrificou a Jó e entra até no Céu. Alem disso a Bíblia não salva ninguém o que nos fortalece são nossas boas ações, dons espirituais e a Proteção Divina e só conseguimos isso se tivermos Amor em nosso ser.

Os evangélicos criticam a fé nos santos, nas imagens e na cruz, dizendo que é idolatria, sem saber que caíram em mais uma cilada do demônio e foram feridos por mais uma arma de Satanás: a Bibliolátria! Eles comem, trabalham e rezam com a Bíblia na mão a todo instante, mas se enganam quando repetem sempre: “a Bíblia diz”, pois a principal coisa que diz as Escrituras é “Amai-vos uns aos outros como o pai vos ama” e nos alerta com um importante mandamento: “Não chamar o Santo nome de Deus em Vão”. E Jesus também nos disse: “Nem todos que diz: Senhor, Senhor entrará no Reino do Céu!”. Por isso se olharmos bem a Bíblia vemos que Deus não gosta de fanatismo, mas de uma Fé Verdadeira. Que Jesus não veio pra ser um “pop star”, mas pra nos salvar. Portanto aqueles que se vestem bem e gritam nas Igrejas, praças e sinagogas, dando gritos de louvor e cambalhotas: “esses já ganharam seu galardão”.

Caros irmãos antes de mais nada busquemos, o amor, viver a vida e ser felizes, respeitando o próximo, levando a caridade a todos os cantos e amando a Deus que ama a todos sem preconceito nem rejeita ninguém, a menos que seja um traidor maligno.

Carlinhos Lima – Astrólogo e Pesquisador.
Seja Bem Vindo ao Mundo da Astrologia dos Portais do Conhecimento.
Que Deus Abençoe a Todos vocês. Amem.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores

Marcadores

astrologia (177) signos (80) magia (79) espiritualidade (60) conceito (57) comportamento (55) (52) umbanda-astrologica (50) tarô (47) espaço (43) esoterismo (39) pesquisa (37) previsões (37) Astrofísica (36) taro (35) mulher (34) conceitos (33) pesquisas (31) gostosa (30) umbanda astrológica (29) estudo (26) horoscopo chinês (25) planetas (24) religião (24) horoscopo (23) astrofisica (22) bem estar (20) climazzen (20) cabala (19) arcanos (18) ciência (18) lua (18) astronomia (17) destino (17) energias (17) vibrações (16) arcanjo (15) cosmos (15) saúde (15) ifá (14) terra (14) zodiaco (14) exu (13) mapa astral (13) umbanda-astrológica (13) Nasa (12) Quíron (12) beleza da mulher (12) 2012 (11) estrela (11) ogum (11) planeta (11) poder (11) sensual (11) atriz (10) biblia (10) ensaio (10) lilith (10) lingerie (10) prazer (10) Candomblé (9) Foto (9) Sol (9) dragão (9) estudos (9) fotos (9) numerologia (9) protetores (9) rituais (9) Marte (8) RELAÇÕES MÍSTICAS (8) ancestrais (8) apresentadora (8) axé (8) escorpião (8) ex-BBB (8) odús (8) posa (8) 2016 (7) Astrônomos (7) Estrelas (7) astros (7) beleza (7) busca (7) cientistas (7) energia (7) galáxia (7) magia sexual (7) mistério (7) plutão (7) política (7) regente do ano (7) São Paulo (6) ano do Dragão (6) arcano (6) carma (6) casas astrologicas (6) força (6) mago (6) metodos (6) orgasmo (6) praia (6) saude (6) vídeo (6) astrologia sexual (5) babalawo (5) biquíni (5) caboclos (5) calendário maia (5) criança (5) câncer (5) mediunidade (5) proteção (5) reencarnação (5) sexualidade (5) xangô (5) Capricórnio (4) Amor e sexo (3) anjo de hoje (3) anjos da guarda (2) ( 45 graus ) (1)